Exposição "Comboios na literatura"

Exposição "Comboios na literatura"

Exposições
18 Nov - 26 Nov 2022 09:00
No dia 23 de novembro, há 114 anos, El Rei D. Manuel II visitou Espinho para inaugurar a linha férrea do Vale do Vouga. Após uma passagem pela Fábrica de Conservas Brandão, Gomes & Cia., um passeio pela marginal para avaliação dos estragos causados pelo mar e um majestoso almoço na Assembleia, seguiu para a estação do comboio, onde se realizou a viagem inaugural do nosso "Vouguinha". 

Para assinalar este acontecimento, criámos em 2022, com duas turmas do 3.º ano da EB 1 de Espinho 2, das professoras Teresa Marcelino e Catarina Rocha, estes magníficos comboios aqui expostos. 

Também terá oportunidade, nesta exposição que estará patente ao público de 18 a 26 de novembro, de usufruir de uma seleção de livros e autores que se inspiraram nos comboios e caminhos de ferro. 
 

O projeto 

Na biblioteca as turmas ouviram a história "A locomotiva", de Julian Tuwin e Paulo Galindro. De seguida, formando grupos, decoraram o exterior dos vagões selecionando e aplicando materiais à escolha. 

Posteriormente, numa visita ao Museu Municipal de Espinho, o interior de cada vagão foi preenchido com produtos de uma indústria espinhense, sendo elas: 

Fosforeira Portuguesa; Luso-Celulóide; Fábrica de Papel de Ponte Redonda; Fábrica Progresso; Castros Iluminações Festivas, SA; Hércules; Ferreira de Sá; Gruta da Lomba; Brandão, Gomes & Cia; CETAP; Souza e Irmão, Sucr.; COTESI; A Vigorosa; Fábrica de Botões de Madrepérola; JOTEX; Eurospuma
Galeria de fotografias